Idade?


Quantos anos você tem? Sei lá. Às vezes penso que não existe uma resposta ao certo. Idade não é um padrão, não é uma medição. Vão dizer que estou me achando velho por escrever isso, na verdade, estou me achando cada dia mais novo. Estranhamente. Tive problemas parecidos no passado que resolvi num piscar de olhos e hoje os carregados por algumas semanas no mínimo. Onde entra a tão pesada experiência nisso? O rótulo dado aos algarismos da dezena e da unidade, fazem uma imagem de você que nem sempre é aquela que realmente será transparecida em pouco tempo. Que tempo é esse? Não importa, cada um tem o seu. As expressões são inúmeras, “a casa dos vinte”, “a casa dos trinta”, “idade de cristo”, “um guri”, “uma criança”, "flor da idade", etc. Vou me dar uma expressão própria para o caso de me perguntarem minha idade: “A que você quiser”. Se eu tentasse explicar seria mais ou menos assim, você vira uma criança com algo feliz, um homem de meia idade quando explica algo que conhece com tanta propriedade, um velhinho cheio de manias quando explica as suas a alguém e um adolescente quando se apaixona. Ou então, vou responder sempre que me perguntarem a idade: Depende, tem dias que tenho 5, 23, 17,54 ou ainda 72. Afinal, idade é um estado de espírito!

Textos em Destaque
Mais recentes...
Arquivos
Tags
Siga-nos...
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ENTRE EM CONTATO

© 2020 por Julio Lombaldo.