E as idéias?

De onde elas vêm? De fato, as vezes até me perturbam, mas sempre as trato com compaixão, não desprezo nenhuma sequer, nem tanto idolatro apenas uma. Eu sei, idéias vêm e vão, geniais ou não, elas não obedecem um padrão, muitas vezes são levadas como o vento, outras vezes fixadas como a raiz de uma árvore secular, outras então, te confundem com a força de um furacão. Deixe as suas te dominar,deixe as suas te escolher, deixa elas te levar onde quer que seja, apenas obedeça. Testemunhe suas criações, não te faz bem apenas nutrir teorias, pois esses turbilhão posto em prática, ao meu ver, chama-se viver.

Textos em Destaque
Mais recentes...
Arquivos